Você conhece o Node-Webkit (nw.js)?

Node-Webkit (Nw.js) - Logo

Node-Webkit (Nw.js) – (http://nwjs.io/)

Muitos programadores ficam presos à somente uma linguagem de programação e somente usando aquela ferramenta você não consegue abrir seus horizontes. Um bom exemplo disso e ainda achar que somos obrigados a ter programar Delphi ou C# para criar um aplicativo desktop agradável. Vou te mostrar que está errado e que talvez o futuro vá mudar.

Quando o Google Chrome (Chromium Project) surgiu ele tinha muitos bugs nas primeiras versões e o javascript ainda nem era tão bom, porém sempre rodava muito rápido. Com o passar do tempo eles criaram o CEF – Chromium Embedded Framework (http://code.google.com/p/chromiumembedded/) que é praticamente a camada do “Webkit” com alguns adicionais.

Continue lendo »

Como vender uma linguagem de programação ou framework novo?

Linguagens de Programação

Linguagens de Programação

Você já deve ter ouvido falar de muitas linguagens de programação e frameworks, porém algumas já passaram e você nem as aprendeu. No entanto, muitas outras ainda virão e falo isso com muita certeza pois novas tecnologias surgirão e nem todas as linguagens irão se adaptar, as que tem mais chances de se adaptar são as open source. Sendo que, até mesmo elas possuem um limite, não que a linguagem não irá funcionar, mas que não será tão boa quanto uma feita exatamente com aquele objetivo. Primeiro exemplo é o Assembly (linguagem de programação), é inviável fazer isso hoje dia, mais fácil usar uma linguagem interpretada, outro exemplo que vemos hoje é o PHP que não nasceu com orientação a objetos mas ele funciona atualmente com isso e não é tão bom quanto outras linguagens que já nasceram com esse foco.

Portanto, quero oferecer uma lista de coisas úteis para lhe ajudar a vender uma nova linguagem ou até mesmo um framework novo, isso é baseado em tudo que já li em vi na minha pouca experiência de vida então se você não concorda ou acha que esqueci de alguma coisa, comente sobre. Vejamos abaixo como podemos fazer isso:

Continue lendo »

Preciso saber SQL para ser programador PHP?

PHP MySQL - Grandes Amigos

PHP MySQL – Grandes Amigos

Com a evolução dos computadores, muitas coisas mudaram desde o surgimento dos computadores ou de quando a maioria dos programadores PHP começaram a trabalhar com web. Antigamente se tinha muito menos recursos, com o passar do tempo, como foi previsto por um carinha muito inteligencia o crescimento da tecnologia foi exponencial e junto com ela as linguagens e metologias de desenvolvimento usadas por muitos programadores.

Bom falei de tecnologia e afins porém a pergunta importante é preciso saber SQL ou MySQL para poder programar com PHP? De forma resumida já lhe digo que não porém não pretendo explicar como nesse artigo, talvez num artigo futuro. Lembro-me muito bem que antigamente criávamos várias funções PHP para conectar ao banco de dados de forma mais rápida e fácil, no entanto, ainda assim tinha que montar as consultas SQL na mão para cada dado que eu queria pegar isso muitas vezes era bem cansativo, dependendo do projeto.

O tempo foi passando e vi surgirem as maravilhas que são os ORMs (Object-Relational Mapping / pt-BR: Mapeamento objeto-relacional) onde a tabela era mapeada para um objeto em que pudéssemos usar mais facilmente enquanto programávamos e já vinham com algo incrível o Query Builder (Criador de Consultas SQL) isso era maravilhoso por si só pois não precisávamos mais montar consultas porém quando vi os ORMs foi ainda melhor pois pegaria os dados sem digitar nada em SQL e ainda teria um objeto para manipular de forma prática e fácil.

Lembro que um dos primeiros ORMs que usei foi o LuminePHP (http://www.hufersil.com.br/lumine/enduser/) criado por brasileiros projeto muito bom que me ajudou em muitos projetos que o usei, a documentação não era tão boa mas na época me estimulou a aprender mais sobre ORMs. Lembro que na época sabia bem pouco de Java, no entanto, lembro que ele tinha o Hibernate (http://hibernate.org/) que era uma mão na roda e com toda certeza motivou muitas outras linguagens a terem seus próprios ORMs.

Laravel Framework - Logo

Laravel Framework – Logo

Depois fui descobrindo outros ORMs feitos para PHP que me ajudaram muito mesmo que em conhecimento como Doctrine, RedBeanPHP, NotORM (ops não é um ORM rsrsrs), CodeIgniter Database (falso Active Record), PHPActiveRecord até mesmo o mais recente e melhor ORM php na minha opinião o Eloquent ORM (Laravel Framework) que trouxe muitas vantagens ao programadores PHP. Acredito que o Ruby on Rails teve muitos adeptos pelas inúmeras facilidades que praticamente nenhum outro framework oferecia e uma delas foi o Active Record que influenciou muitos outros e acredito que o Eloquent ORM se tornou a melhor alternativa feita pra o PHP.

PHPMyAdmin - Gerenciador de banco de dados MySQL

PHPMyAdmin – Gerenciador de banco de dados MySQL

Além disso tudo ainda temos gerenciadores de banco de dados que facilitam muito nosso trabalho como o PHPMyAdmin que sempre foi um grande amigo da maioria dos programadores, apesar de que hoje em dia muitos tem começado a usar o migrations (migrações, controle de versões do banco) dentro do próprio código que é outra maravilha que veio após os ORMS, com as migrations podemos definir as mudanças a serem feitos juntos com as mudanças que foram feitas no código isso é maravilhoso pois dá muito mais poder ao nosso código e nem precisamos digitar uma única linha SQL, por isso acredito que o Eloquent é a melhor alternativa pois já possui isso incluso de forma fácil. 😀 Se ainda não sabe muito sobre migrations, leia um pouco sobre e vai adorar independente da linguagem de programação que use como ferramenta.

Enfim, hoje em dia não precisamos mais nos preocupar em montar consultas SQL, temos muitos frameworks e bibliotecas que já o fazem seja usando num framework php como CakePHP, FuelPHP, Yii2 e outros. A vantagem que isso nós dá é TEMPO, pois podemos pensar melhor no projeto e em coisas que são mais importantes como testar a aplicação mas deixo isso de testes pra um próximo artigo.

Se não te ajudei comentei ai e tentarei te esclarecer.

Abraços.

Quais as diferenças entre include, require, include_onde e require_once?

PHP - Logo

PHP – Logo

Hoje lhes trago uma pergunta que para alguns ainda é questão de dúvida. Você sabe a diferenças entre include, require, include_onde e require_once? Se não sabe prepare-se para aprender rapidamente e da forma mais fácil possível, vejamos quais as principais diferenças. Lembrando que todas servem para chamar um arquivo externo dentro do php que pode ou não ter código php. Continue lendo »

Quando usar o “?>” no php?

PHP - Logo

PHP – Logo

Você já deve ter visto arquivos php que começam com a tag conhecida <?php porém quando vai ao final do mesmo não encontra a tag de fechamento. É algo muito visto em frameworks php que preferem não usar, porém tem uma lógica nisso. Você sabe o motivo disso?

Então é algo muito simples, sabemos que o php processa tudo que há entre as tags, “<?php” e “?>” porém muitos não sabem que a tag de fechamento é opcional quando o arquivo tem somente código php. Isso é muito bom pois vamos supor que você tenha fechado o arquivo com a tag de fechamento do php  porém acidentalmente você colocou um espaço após finalizar “?> “, esse espaço será enviado para o navegador e se aquele arquivo não poderia enviar conteúdo e você só queria enviar num outro arquivo que você fez include, ai vai ter problemas principalmente se estiver tentando alterar o header enviado para o navegador ocasionando naquele erro clássico: Continue lendo »